4TRUCK

No momento de expandir um negócio é muito comum que as pequenas e médias empresas sejam conquistadas pelo modelo de franquia.

Afinal, essa é uma forma de levar a marca e o modelo de negócio a locais diferentes sem que haja a responsabilidade pelo grosso do investimento.

Mas é muito importante que essa escolha seja feita com cuidado e estudo para não colocar tudo a perder.

Ou até mesmo pensar na possibilidade de uma franquia de unidade móvel para seu novo negócio, que tal?

Qualquer negócio pode ser adaptado para funcionar sobre rodas e levar seus serviços ou produtos onde o consumidor se encontra.

Franqueadoras sobre rodas como opção para expandir

Em levantamento da ABF, Associação Brasileira de Franchising, o setor de franquias faturou, em 2017, R$ 163 bilhões. Isso representa um salto de 8% em relação a 2016, quando arrecadou R$ 151,2 bilhões.

No que diz respeito aos empregos gerados, temos em torno de 1,2 milhão, um crescimento de 1% se comparado ao ano anterior. 

Já a quantidade de unidades franqueadas representa 145 mil, um acréscimo de 2%, ao contrário do número de redes franqueadas que teve uma queda de 6% e chegou a 2,8 mil.

A expectativa para 2018 é a de que tenhamos um crescimento anual de 9 a 10%, também de acordo com a ABF.

Com a distribuição geográfica concentrando as franqueadoras na região Sudeste e pensando em alternativas para atrair novos franqueados, o investimento em soluções móveis é uma boa opção.

Um exemplo que nasceu sobre chassi de um ônibus e hoje já tem 9 pontos de atendimento na capital paulista e no Grande ABC é o Busger, uma hamburgueria móvel que surgiu como unidade móvel própria em 2015 e, dois anos depois, os donos optaram pelo crescimento por meio de franquias.

No momento de expansão é muito importante que as pequenas e médias empresas façam um estudo de franqueabilidade para avaliar a viabilidade e pontos que precisam ser ajustados para o crescimento sustentável nesse modelo.

É preciso preparação para atender públicos diferentes todos os dias. É necessário, também, se preparar para imprevistos, como não encontrar um ponto elétrico, por exemplo.

Uma franquia em ponto fixo já demanda do franqueado acompanhamento de perto a todo instante. Quando falamos de franquias sobre rodas, o envolvimento do investidor deve ser ainda redobrada uma vez que o espaço para atuação é limitado.

Em relação ao registro, você pode abrir sua empresa como MEI (Micro Empreendedor Individual) ou Simples Nacional.

Mas não se esqueça de, também, deixar sua unidade móvel com a documentação em dia com o Detran, com o CAT, que é o certificado de Adequação à Legislação de trânsito, e com o CTT, Certificado de Capacidade Técnica, para evitar problemas.

Na hora de expandir, não fique parado. Aposte nas unidades móveis, sejam elas uma franquia sobre rodas ou um negócio próprio e leve sua empresa aos quatro cantos em busca de seus clientes.

Gostou deste artigo? Continue acompanhando nosso blog e tenha acesso a outras informações sobre unidades móveis.

Até a próxima!

Postado por: Osmar Oliveira – 4Truck | www.4truck.com.br