4TRUCK

4TRUCK no WhatsApp: (11) 93323-5001

Central de Atendimento: (11) 2446-5000

Logo 4Truck

Via A Tribuna | www.atribuna.com.br

Anuncio foi feito pelo ministro dos Portos, Helder Barbalho

O Plano Nacional de Logística Portuária (PNLP) será lançado “nos próximos dias”, afirmou na terça-feira (15) o ministro dos Portos, Helder Barbalho, durante sua participação no III Seminário Portos e Vias Navegáveis – Um Olhar Sobre Infraestrutura, no Auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados.

O PNLP projeta um crescimento de 103% na demanda de movimentação de carga nos portos brasileiros até 2042, tomando 2014 como base. O ano de 2042 foi escolhido para a meta pois permite que sejam considerados os resultados dos contratos de 25 anos das novas concessões de terminais do Programa de Investimento em Logística (PIL). Esses arrendamentos começaram a ser feitos no último dia 9, com o leilão de três áreas do Porto de Santos.

“Inauguramos, na última semana, um novo ciclo, um novo capítulo, para o setor portuário no País”, disse o ministro em referência ao leilão de terminais de Santos.

Esse novo ciclo é composto de 93 áreas a serem arrendadas no total, para as quais se prevê R$ 16,24 bilhões de investimentos. Quando implantadas, essas instalações devem ampliar a capacidade de movimentação de cargas dos portos em 319 milhões de toneladas por ano.

No seminário, Barbalho disse estar “confiante” que o Brasil conseguirá atender a demanda futura. Lembrou que já há R$ 51,28 bilhões de investimentos em maturação, dos quais R$ 4,26 bilhões são públicos, em dragagem, e o restante, R$ 47,2 bilhões, são privados e devem gerar capacidade de movimentação de 678,2 milhões de toneladas de carga por ano.

Fonte: A Tribuna | www.atribuna.com.br
Postado por: 4Truck | www.4truck.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Via A Tribuna | www.atribuna.com.br

Anuncio foi feito pelo ministro dos Portos, Helder Barbalho

O Plano Nacional de Logística Portuária (PNLP) será lançado “nos próximos dias”, afirmou na terça-feira (15) o ministro dos Portos, Helder Barbalho, durante sua participação no III Seminário Portos e Vias Navegáveis – Um Olhar Sobre Infraestrutura, no Auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados.

O PNLP projeta um crescimento de 103% na demanda de movimentação de carga nos portos brasileiros até 2042, tomando 2014 como base. O ano de 2042 foi escolhido para a meta pois permite que sejam considerados os resultados dos contratos de 25 anos das novas concessões de terminais do Programa de Investimento em Logística (PIL). Esses arrendamentos começaram a ser feitos no último dia 9, com o leilão de três áreas do Porto de Santos.

“Inauguramos, na última semana, um novo ciclo, um novo capítulo, para o setor portuário no País”, disse o ministro em referência ao leilão de terminais de Santos.

Esse novo ciclo é composto de 93 áreas a serem arrendadas no total, para as quais se prevê R$ 16,24 bilhões de investimentos. Quando implantadas, essas instalações devem ampliar a capacidade de movimentação de cargas dos portos em 319 milhões de toneladas por ano.

No seminário, Barbalho disse estar “confiante” que o Brasil conseguirá atender a demanda futura. Lembrou que já há R$ 51,28 bilhões de investimentos em maturação, dos quais R$ 4,26 bilhões são públicos, em dragagem, e o restante, R$ 47,2 bilhões, são privados e devem gerar capacidade de movimentação de 678,2 milhões de toneladas de carga por ano.

Fonte: A Tribuna | www.atribuna.com.br
Postado por: 4Truck | www.4truck.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.