4TRUCK

pecas-recondicionadas-pecas-remanufaturadas-1

Em um mercado altamente competitivo a redução de custos é um objetivo perseguido obstinadamente, tendo como objetivos desde a formulação de preços mais competitivos ou como forma de aprimorar os lucros obtidos, sendo que no meio do transporte de cargas não poderia ser diferentes.

A questão é que muitos dos custos associados ao transporte via modal rodoviário não estão sob controle de empresas e condutores, sendo determinados por terceiros como no caso dos preços dos combustíveis e pedágios, dois dos fatores com maior peso na hora de calcular o custo do transporte.

Para amenizar esse problema além da adoção de soluções de logística, como dividir o espaço no baú para caminhão com volumes de mais de uma entrega melhor aproveitando a rota, muitos optam por uma opção perigosa: usar peças recondicionadas na manutenção do veículo.

Quando o barato sai caro

Como as peças reaproveitadas passam por um rigoroso controle de qualidade e são refeitas nas fábricas do fabricante original é possível utilizar as mesmas sem riscos nem para o condutor, os componentes mecânicos, o baú para caminhão ou outros tipos de implementos.

Embora a economia do uso desse tipo de peça já seja significativa, pode chegar a 50% do valor de uma peça nova, na busca por valores ainda menores é comum que muitos condutores optem por peça recondicionada, que mesmo apresentando um alto risco ainda possui um amplo mercado consumidor.

O recondicionamento muitas vezes é feito de maneira improvisada sem o maquinário ou ambiente adequado que possam garantir a qualidade do resultado final, sendo que muitas vezes peças sem a menor condição de reuso são utilizadas.

Além disso, por não contarem com o aval das fabricantes na grande maioria das vezes é impossível rastrear sua origem que pode tanto ser lícita quanto ilícita, assim como a garantia que muitas oficinas oferecem não podem ser cumpridas.

Ou seja, o uso de peças recondicionadas é uma economia ilusória, afinal se no meio de uma entrega como seu baú para caminhão cheio ocorre um quebra de algum componente importante, além da possibilidade da carga transportada vir a se estragar podem ocorrer graves acidentes e a necessidade do veículo ficar encostado na oficina por um longo período.

Na hora de trocar as peças de seu veículo, seja ele com furgão de caminhão, para carga seca, transporte de perecíveis, etc… Faça uma escolha inteligente e aposte nas peças remanufaturadas, sempre em locais de confiança e que possuam garantia da origem, alie redução de custos a qualidade e valorize seu veículo ou frota.

Ficou com dúvidas ou possui sugestões? Deixe um comentário!

Até a próxima!

Postado por: Osmar Oliveira – 4Truck | www.4truck.com.br