como-atravessar-alagamentos-4

Durante a primavera e o verão muitas regiões do país sofrem com fortes pancadas de chuva repentinas que muitas vezes geram estragos nas grandes cidades, forçando os motoristas a redobrar a atenção no caminho por conta dos pontos de alagamento que possam vir a surgir.

Embora os caminhões sejam mais altos que os veículos de passeio ainda é preciso se atentar em como atravessar alagamentos de forma que preserve os componentes do veículo, a carga presente no baú de caminhão e a integridade física do condutor.

Como atravessar alagamentos de forma segura

A maioria dos grandes centros urbanos brasileiros cresceu de forma não planejada, cidades como São Paulo, por exemplo, contam hoje com menos de 40% de áreas verdes, e a grande maioria dos rios que um dia existiram foram canalizados, impedindo assim o escoamento adequado das águas da chuva.

A consequência dessa falta de planejamento e desrespeito ao meio ambiente é bem conhecida de todos e mesmo quando há esforços do poder público se repete ano a ano: enchentes e alagamentos, que causam prejuízos a milhares de pessoas.

Para os motoristas as chamadas “chuvas de verão” representam um perigo iminente, uma vez que muitas vezes caem sem aviso prévio e com força suficiente para gerar diversos problemas e pontos de alagamento na via, sendo que em alguns casos o nível da água chega até a altura do baú de caminhão.

Ao se deparar com trechos nesse estado a primeira dica é ter prudência e observar o nível da água, sendo que muitas vezes o melhor a fazer é esperar que o mesmo abaixe conservando assim seu equipamento, sua carga e sua vida. Não é apenas pelo caminhão ser mais alto que significa que ele está imune a riscos.

Vale lembrar que caso a água alcance o motor e entre nos pistões impedindo seu funcionamento adequado é ocasionado o chamado calço hidráulico, que pode ocasionar a torção das peças e até mesmo fundir o motor, sendo necessário investir uma boa soma em dinheiro para o seu conserto, além do tempo em que o veículo estará fora das ruas.

Em casos onde não seja possível esperar ou que o nível não esteja tão elevado assim no momento, alguns cuidados contribuem para que realize uma travessia de áreas alagadas com maior segurança.

Nesses casos deve procurar sempre a área mais “rasa” da pista e realizar a travessia devagar em velocidade constante e sem alterar a marcha, evitando assim espirrar água de forma que venha a alcançar o filtro de ar do veículo.

Manter a paciência e a calma é a chave nessas situações, o nervosismo e o desespero são inimigos da nossa racionalidade e podem levar a tomar medidas que só pioram o quadro enfrentado.

Caso o caminhão durante a travessia pare de funcionar, não tente liga-lo novamente sob o risco de puxar mais água para dentro do motor agravando os riscos aos componentes. Ligue o pisca alerta, e após a água baixar, remova o veículo para uma oficina de sua confiança para que a água do motor seja retirada e seja feita uma avaliação do estado do motor.

Embora não tenha relação direta com o alagamento é recomendado que nessas épocas de chuvas verifique o estado da vedação do baú, evitando infiltrações que possam prejudicar o estado de conservação da carga.

Tomando os devidos cuidados e com bom senso é possível atravessar essa época de fortes chuvas sem maiores problemas, lembre-se que com as forças da natureza não se brinca e um alagamento raso pode rapidamente se transformar em uma perigosa enchente, por isso, prudência sempre!

Ficou com dúvidas ou possui alguma sugestão? Deixe seu comentário!

Até a próxima!

Postado por: Osmar Oliveira – 4Truck | www.4truck.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.