bau-de-caminhao-peca-remanufaturada-1

Como sabemos o modal rodoviário predomina em todo o Brasil, sendo que esse meio concentra quase todo o escoamento da produção que abastece o mercado interno e externo, havendo assim rodovias e estradas que cortam todo o país obrigando os caminhões e caminhoneiros cumprirem longas jornadas.

Embora as montadoras cada vez mais invistam em tecnologia de ponta na produção de veículo, é natural que o alto estresse a que são submetidos carregando pesados volumes no baú de caminhão causem desgaste nos componentes, além disso, a média de idade da frota de caminhões que circula pelo país é de 18 anos para autônomos e 10 anos para empresas.

Esse cenário faz com que quebras e necessidade de trocas sejam constantes o que impacta no custo de manutenção dos veículos e alimenta uma indústria de peças para caminhões que podem ser adquiridas novas ou remanufaturadas.

O que são peças remanufaturadas?

Embora já há algum tempo o princípio de reciclagem esteja presente em nossas vidas ainda temos o hábito de descartar aquilo que não funciona mais, contudo, quando o assunto é autopeças a história é um pouco diferente, sendo que a remanufatura das mesmas atendem veículos de todos os tipos, seja com o carretas ou furgão de caminhão.

Muitas peças que se quebram devido ao uso não perdem sua capacidade total de funcionamento e através de um processo de reconstrução da mesma podem facilmente ser alocadas em outros veículos sem comprometimento no uso.

Esse é o princípio das remanufaturadas que conquistam um alto número de adeptos devido ao seu custo significativamente menor quando comparado a aquisição de peças novas, lembrando que essa é uma prática legalizada e regulamentada.

Esses dois últimos aspectos são importantes uma vez que garante a qualidade das mesmas e evita situações que podem causar graves prejuízos, afinal imagine que está na estrada com seu baú de caminhão carregado e de repente algum componente do motor ou de outro sistema se quebra.

Além do atraso na viagem e a necessidade de “encostar” sua máquina na oficina por um tempo indeterminado, a depender do componente o furgão de caminhão pode vir a tombar na pista provocando acidentes que podem levar a sérias ocorrências, uma vez que nunca estamos sozinhos nas rodovias, havendo outros veículos circulando.

Vale lembrar ainda que a remanufatura é realizada sempre pelo fabricante original da peça, passando novamente por todas as etapas de reindustrialização e testes de qualidade, sendo que antes da mesma voltar ao mercado é feita uma rigorosa avaliação sobre a capacidade do componente.

Além do custo que pode ser 50% menor que o de aquisição de uma peça nova, a opção por esse tipo de componente impacta no tempo necessário para a manutenção do veículo, é instalada com um ano de garantia e reduz o impacto ambiental associado a troca de peças, lembrando que a produção de lixo e resíduos é um dos grandes desafios enfrentados no mundo.

Seja de carreta aberta ou conter furgão de caminhão seu veículo merece todos os cuidados, afinal mais que um meio de transporte é sua ferramenta de trabalho, sendo que o uso de peças remanufaturadas em necessidades de trocas alia redução de custos com alta qualidade, ou seja, um ótima opção para sua máquina.

Ficou com dúvidas ou possui sugestões? Deixe seu comentário!

Até a próxima!

Postado por: Osmar Oliveira – 4Truck | www.4truck.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.