4TRUCK

A manutenção dos pneus do caminhão é essencial para a qualidade da viagem, segurança do condutor e ficar em dia com as leis de trânsito.

Se tratando de caminhões o assunto é ainda mais complexo, desde o tamanho até a calibragem. Existem algumas rotinas simples e importantes que todo condutor deve colocar em prática para que os pneus do seu caminhão durem mais tempo e para que ele mesmo tenha mais segurança em seus trajetos.

Durabilidade dos pneus do caminhão

Sendo um dos maiores custos que o condutor terá com o seu caminhão, a manutenção dos pneus do caminhão exige atenção redobrada. Não tem como pré determinar quanto tempo exato o pneu do caminhão vai durar, mas existem métodos que auxiliam o motorista a ter uma previsão de quando será a terceira ou quarta troca de pneus do veículo.

a-manutencao-dos-pneus-do-caminhao-01

Fatores que irão influenciar na durabilidade do pneu do caminhão são: os tipos de estrada, que podem variar entre o asfalto de boa qualidade até a estrada de terra com pedras e buracos, o clima e principalmente a calibragem dos pneus. Tendo tudo isso em mente, sabendo dos itinerários e condições de clima, o motorista saberá quais situações desgastará mais os pneus do caminhão e assim poderá se programar melhor. Se a calibragem for adequada para o tipo de estrada que irá transitar o condutor pode calcular entre 24.000 a 32.000 km com aquele pneu.

Quando trocar o pneu do caminhão?

Há um limite máximo que todo caminhoneiro deve saber para a sua própria segurança e para não perder o caminhão para o guincho. É a questão do desgaste dos pneus do caminhão, o limite é de 1,6 mm de profundidade dos sucos, abaixo dessa medida o pneu é considerado “careca” e conforme a resolução do CONTRAN 558/80, trafegar com os pneus abaixo desse limite é ilegal e o veículo poderá ser apreendido.

Uma dica a mais referente a manutenção dos pneus do caminhão;

Faça o rodízio dos pneus, isso ajuda e muito. Esse processo auxilia a compensar o desgaste dos pneus e melhora o tempo de vida útil deles. Uma dica é que os pneus mais novos sejam colocados no eixo traseiro do veículo, pois ao passar por um trajeto escorregadio, a traseira do veículo tende a perder aderência com o solo.

Postado por: 4Truck | www.4truck.com.br